CARACTERÍSTICAS DO AZEITE

O AZEITE PRECISA TER QUATRO CARACTERÍSTICAS IMPORTANTES:

•O azeite precisa ser extra virgem, ou seja, fabricado 100% com azeitona, a maioria você encontra uma mistura com soja, girassol e esses são os mais baratos, desconfie se o preço estiver muito abaixo.

 

Ser prensado a frio. Isso que dizer que o azeite não passou por nenhuma temperatura. Quando passa pelo calor, além de virar gordura trans, o ômega 9 vira ácido elaídico, componente maléfico à saúde. Quando for cozinhar com o azeite, o ponto de fumaça é aproximadamente 7 minutos. Por isso, evite deixar mais tempo e acrescente o azeite no final da preparação.

 

 

A embalagem deve ser de vidro escuro. Aqueles azeites vendidos em embalagem de metal quando entram em contato com o óleo libera metais pesados, tornando o produto prejudicial para à saúde. Os de plásticos também não são aconselhados. Com o transporte, a exposição à temperatura e a agitação também são liberados substâncias tóxicas. O vidro deve ser escuro, pois o contato da luz no azeite pode oxida-lo. Uma boa dica é escolher sempre o vidro do azeite que está no fundo da prateleira, porque este estará mais longe da luz.

Acidez. Verifique sempre a acidez do azeite quanto menor melhor, o máximo recomendado é de 0,5%.

O azeite de oliva é rico em ômega 9, ácido graxo monoinsaturado que ajuda a regular os níveis de colesterol, diminuindo o LDL e aumentando o HDL. Além disso, ele também contém vitamina E, um antioxidante que promove modulação da saúde cardiovascular, prevenindo a aterosclerose, e ajuda a diminuir os riscos de complicações de pacientes com diabetes.

Porém, para ter todos esses benefícios você precisa fazer a escolha certa do azeite.

Azeite aromatizado é um condimento interessante que está se tornando muito popular. Estes óleos podem ser usados como meio para cozimento ou para aromatizar marinadas, molhos ou outras preparações. 

Temos no mercado várias opções, mas você pode  fazer sua receita com um bom resultado, desde que tome alguns cuidados essenciais:

  • Acondicione o azeite em frasco de vidro escuro fervido por pelo menos 10 minutos. O azeite deve ser guardado em geladeira e consumido em 3 semanas.

  • Use ingredientes preservados. Muitas vezes você pode encontrar o azeite com alho no frasco. Comercialmente este alho é conservado em uma solução de vinagre antes de ser adicionado ao azeite. Esta solução de vinagre é 4 vezes mais forte que o vinagre doméstico, evitando que o elemento adicionado seja uma fonte potencial de crescimento de bactérias.

  • Use ervas secas ou desidratadas, que tem menor teor de umidade menor pH e oferecem menos risco. Desta forma o azeite pode ser preservado por períodos maiores em geladeira ou freezer. Não deixe as ervas dentro do azeite depois de pronto, a não ser as desidratadas.
     

MÉTODOS DE PREPARAÇÃO:

INFUSÃO “À FRIO”

Consiste em mergulhar os ingredientes aromatizantes no próprio frasco do azeite. Este é o método que pode haver o maior risco de contaminação, então, lave bem os ingredientes, se possível use ingredientes desidratados ou preservados. São até decorativos, mas devem ser conservados em geladeira e consumidos em 3 semanas no máximo. Um exemplo clássico de azeite aromatizado a frio é o Molho Pesto, divida em porções pequenas e conserve no congelador, evitando contaminação e que o molho fique azedo. Sempre que se compra manjericão, se usa um pouco das folhas e o resto fica na gaveta da geladeira murchando e estragando, para aproveitar o maço inteiro faça o pesto e congele.

Azeite com Alho e Ervas

Azeite Anti Inflamatório

Azeite com Limão Siciliano

Azeite de Gengibre

Azeite com sabor de Tomate

Azeite de Manjericão

Azeite de Hortelã

Rua Vergueiro, 3558 Cj. 507
 Chácara Klabin - São Paulo, SP 

adrianastavro@terra.com.br

Tel: (11) 96485 - 2323

© 2017 por Adriana Stavro Criado orgulhosamente por Sacchi Comunicação Integrada